19/11/2006

Morte e Renascimento

“… fecho as portas deste espaço… fecho o meu blogue lobices… encerro o meu covil… estagno as palavras dentro deste “templo” que aqui permanecerá no meu coração… espero que no vosso também… as janelas continuarão abertas para que o ar possa penetrar e nele se possa ainda respirar… não o quero morto nem esquecido… quero-o vivo, bem vivo dentro de mim… foram 3 anos de escritos em palavras e imagens… ficam aqui os meus momentos… fica aqui, principalmente, a minha gratidão por tudo aquilo que todos me deram, por tudo aquilo que de bom me proporcionaram… peço-vos perdão pelo tempo que vos roubei mas quero guardá-lo bem dentro do meu ser… porém, a morte provoca o renascimento porque tudo se modifica: e com a morte do blogue nasceu o livro Lobices… aqui ao lado à vossa disposição… o meu sincero obrigado e um bem-haja a todos…”

17/11/2006

finalizando

"... a viagem tem sido agradável mas já vem sendo mui longa... pelo caminho encontrei coisas boas, muitas; poucas coisas más... esta estrada é deliciosa e nela se encontram todos os sentimentos que possam existir no ser humano... nada nela me fez infeliz... tentei sorrir sempre o máximo que pude e me foi possível porque a vida me tem dado também alguns pontapés... não estou ainda cansado nem acabado mas este espaço aqui em que tenho vivido entre vós está a tornar-se apertado e preciso de respirar... este espaço precisa de arejar e deixar um outro espaço que eu possa preencher sem prescrever... só prescrevemos quando a morte nos vem buscar e eu espero bem que ela venha ainda muito longe... por isso, decidi fechar as portas desta "nossa" casa no dia em que ela faz 3 anos: no próximo dia 19... o lobices nasceu no Sapo em 19 do 11 de 2003... quero guardar tudo isto no meu coração... aos poucos me irei despedindo deste ainda enorme pedaço de mim..."