09/03/2008

dentro de mim

“… trago-te dentro do meu peito escudada por ternos laços de afeição, de carinho e de paixão… trago-te no meu peito acolhida por todos os laços de serenidade e amor, num cabaz de tudo o que a paz nos pode tornar em seres felizes sem dor… trago-te no meu coração guardada em pétalas de azul celeste de douradas cores que ao longo dos tempos me deste… trago-te em ternuras embrulhada de coloridas sensações de tudo o que a tua presença me dá… trago-te dentro de mim ao sabor do que sinto que vive em ti e que pressinto saber-te dona do meu ser num estado de prazer, de tudo o que me é permito ter… trago-te dentro do meu coração, numa prece, ou oração, num saber que amar é o que te dou e o que recebo em troca numa deliciosa flor, seja ela qual for, mas que representa sempre e para sempre o presente de tudo o que me dás… tenho-te dentro de mim com serenidade e tudo o que representa amor em paz…”

6 comentários:

  1. Se não tivermos esse alguém dentro de nós, somos um vazio.

    Belos poemas, belos estados de alma.

    Bons dias e boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Um coração cheio de um amor pleno, incondicional . Que beleza de sentires . Gostei.

    um beijinho e noite feliz

    ResponderEliminar
  3. Bom Domingo

    Aproveito para dizer que os mal-me-queres e as túlipas são lindas.

    sabes que sou fascinada por flores (por isso a minha filha se chama Rosa) e adoro rosas amarelas.

    ResponderEliminar
  4. ...e o coelhinho das amêndoas foi com o Pai Natal no comboio ao circo....
    e a imaginação não tem limites!
    Tem??

    Vejamos...

    ResponderEliminar
  5. ah....

    é em
    http://just-a-lazy-cat.blogs.sapo.pt

    Obg
    Boa Páscoa

    Gata

    ResponderEliminar